Assistência Social e Defensoria Pública realizam roda de conversa com gestantes

Na manhã desta segunda-feira (27), a Secretaria de Inclusão, Assistência Social e do Trabalho, em parceria com o CRAS I e II, CREAS e Defensoria Pública, realizou roda de conversa com 20 (vinte) gestantes do município de Simão Dias.

O evento ocorreu no Centro de Referência da Assistência Social (CRAS I) e teve por finalidade em informar os direitos gravídicos e sanar dúvidas das gestantes.

Instituída em 2008, a Lei nº 11.804 foi criada com o objetivo de assegurar os direitos do nascituro, ou seja, daquele que ainda está por nascer. A lei garante uma verba suplementar à gestante, paga pelo futuro pai da criança, durante o período de gravidez. ‘É uma lei relativamente recente e muitos ainda a desconhecem’.

A lei foi criada para que o futuro pai participe e auxilie a gestante e o feto com suporte econômico desde o momento da concepção. A verba suplementar servirá para despesas com alimentação, assistência médica e psicológica, exames, internações, partos, medicamentos ou qualquer tipo de amparo que a gestante e feto necessitem.

Na oportunidade, participaram a Primeira-dama Andrea Gama Santana, o Secretário de Assistência João Miranda Neto, os representantes Carla Caroline de Oliveira Silva (Defensora Pública Civil e Criminal da Comarca de Simão Dias) e Marcos Vasconcelos Palmeira Cruz (Defensor Público Criminal da Comarca de Estância), as Coordenadoras do CRAS I e II, Danielle Loiola e Crislaine Cordeiro, respectivamente, a Coordenadora do Acessuas Trabalho, Yasmim Tavares, a Coordenadora do CREAS, Licínia Katiuscia e a Assistente Social do CRAS I, Iraci Gama.