Palestra educativa discute sobre tratamento de doença


Na manhã desta quarta-feira (17), ocorreu no auditório do Creja Marcos Ferreira (Supletivo), uma palestra educativa para discutir sobre Mucopolissacaridose ou MPS.

 

Mucopolissacaridose ou MPS é um subgrupo das doenças de depósito lisossômicos (DDL) as quais pertencem ao ainda maior grupo de doenças genéticas do metabolismo, causadas por deficiência de enzimas.

 

O evento teve como palestrante a enfermeira da divisão de genética do hospital Roberto Santos, em Salvador, Ana Alzira Sobral, que esclareceu aos presentes sobre as características da mucopolissacaridose, sintomas e formas de tratamento.

 

“É uma doença rara que acomete a criança, que pode causar a morte da mesma na primeira década de vida, pelo devido fato de difícil diagnostico”, advertiu a enfermeira.

 

Ainda de acordo com a profissional de saúde, uma criança diagnosticada com a doença terá o custo do tratamento financiado pelo Governo Federal.

 

Os participantes do evento foram certificados, além de receber um kit de divulgação da doença.

 

As MPS (Mucopolissacaridoses) são doenças hereditárias do metabolismo que pertencem ao grupo de Doenças de Depósito Lisossômico (DDL).

 

A deficiência de enzimas, causa da doença, digerem os glicosaminoglicanos (GAGs), levando ao acúmulo dos mesmos nas células e danificando, assim, órgãos e tecidos. Juntas, afetam cerca de 1 em cada 25.000 nascidos vivos por ano.

 

A palestra foi coordenada por Paulo Batista, diretor do setor Atenção Básica de Simão Dias.


Conte-nos sua opinião